Metáforas, ah as metáforas… (torrents, compartilhamento)

Estava lendo esta reportagem bacana da Vanity Fair – sobre o Pirate Bay e compartilhamento de arquivos – e me veio uma metáfora interessante na cabeça que vou escrever para não esquecer.

Na matéria, diz-se que quanto mais a indústria pressionar, melhor (mais anônimos, rápidos, eficientes etc) serão os programas de compartilhamento (de fato, a coisa evoluiu bastante desde o Napster). Como uma seleção natural, vão surgindo softwares mais adaptados e usuários mais safos. A estratégia, então, da indústria (e desconfio que a Apple já esteja fazendo isso), deveria ser diminuir a pressão e oferecer mais “facilidades”, para que morra a inovação esperta e sobrevivam os usuários lesos, acostumados com programinhas fáceis e que entregam, preferencialmente, o montão de lixo que as gravadoras e estúdios adoram massificar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s