All Watched Over by Machines of Loving Grace, parte 1

Bem, aqui vai um fichamento que é quase uma decupagem. Faço isso motivado por resenha do Guardian que insinua que as associações feitas por Curtis não fazem sentido e que isso é mascarado pelo uso esperto da trilha e imagens. Não consigo negar, o uso da trilha e imagens é de fato esperto e pega, muito. Então isso é uma tentativa de racionalizar (olha a ironia randiana) o episódio 1, talvez o que mais tenha pontas soltas. O 2 me parece mais coeso, mas um biólogo poderia analisar melhor. O 3 ainda não vi.

Vamos lá.

this is a story about the rise of machines
and how thy made us believe
we could create a stable world
that would last forever

it’s a strange story
and it begins with a strange woman in the 1950s in new york

Entrevista clássica com Ayn Rand, que será usada em todo o episódio.
“Quem é vc ayn?”
“Minha folosofia veio da minha mente, a única influência foi Aristóteles”
Rand é evidentemente pouco comum. Era viviada em anfetamina e a entrevista faz essa ficha cair em quem tem essa informação. São olhos vão para todo lado e a fala acima a pinta como arrogante. Mas é bem verdadeiro isso.
História de ayn, Cecil b demille a conheceu e Ayn trabalhou como extra
Em 1943 Ayn publica fountainhead.
História de Roark, o arquiteto que se recusa a “compromise”. É Fountainhead.
Ayn usou o livro pra expor sua filosofia: seres humanos estão sozinhos no universo. precisam se livrar de religião e política e dedicarem-se a si. então serão heróis
“criei uma moral”, diz ela na entrevista.
seu propósito é sua própria felicidade, todo homem deve ser um fim em si mesmo. São pinceladas da filosofia individualista de Rand.
Corta pra cortar história de ayn.
Diz que ideias como as dela foram vistas como perigosas, ideias parecidas levaram à quebra de 1929 e a crise dos 30. De fato, mercado livre e irracional causou a depressão. Nesse período suas ideias estavam em baixa. Rand, imigrante russa, filha de classe média alta, sofreu com a revolução (isso não está no documentário)
Fala-se do grupo que se formou em torno dela, depois de Fountainhead, já nos 50.
Entrevista Barbara Branden, mulher de Nathaniel, o líder do NBI, o grupo de apoio-incentivo-discussão de Rand nos 50: “nós podemos domar a natureza, fazer o que quisermos, pq precisamos de alguem?, temos a nos mesmos”. Frases soltas de Barbara que vão dando uma ideia da filosofia de Rand.
Corta para letreiro “Vale do Silício”. Abaixo placa escrito “innovation” apontando para a direita.
Então “about forty years later”
Em 90s ela teria começado a se tornar um fenômeno na america, atlas shrugged, seu livro “top” batido somente pela bíblia, segundo biblioteca do congresso.
Novos enmpreendedores teriam sido influenciados por ayn. Cita larry ellison, da oracle
Diz q empreendedores formaram grupos pra estudar ayn, deram nomes de filhos inspirados em ayn. Viram a si mesmo como randian heroes
Imagem mostra poste de atlas shrugged numa empresa de informática
john mccaskey, empreendedor do vale do silício nos 90: “me senti como um randian hero”. parece responder à pergunta. mas responde muito entusiasmado, confirmou a tese.
“eu era um…, eu estava pensando independente, pride, being rational”
kevin o’connor, outro empreendedor: filhos com nomes de rand
“é engraçado qdo vc ve os nomes das companhias inspirados na rand, golden…”
~Feito, provou o ponto da influência de rand no imaginário do vale do silício.~
Ai diz q era mais que isso, estava surgindo uma ideia de q os computadores poderiam fazer de todos randian heroes.
era uma visão de sociedade em que as velhas formas de controle político seriam desnecessárias, pq as redes de computadores poderiam criar ordem na sociedade sem controle central.
~pode até ser, faz sentido, mas não há evidências desse pensamento. episódio 2 complexifica isso e melhora o argumento~
Isso não existiria antes, pq se pensava q sem isso, sem controle político,  vc teria anarquia
Diz q de 70 vem a ideia de q pessoas ligadas a computadores poderiam criar um novo tipo de ordem.
Sonho cibernetico, com a noção de feedback information entre os individuos, conectados como nós numa rede, ai se criaria um sistema auto estavel
~de fato, o episódio 2 explora bem isso e resolve~
o mundo seria estável e cada indivíduo seria um randian hero completamente livre para realizar seus desejos.
em 90 a tecnologia se tornou possível
ai fala da experiencia do pong, de loren carpenter
pessoas em uma sala, divididas em 2 grupos, na mãos tinham plaquinhas tipo rodízio, um lado verde outro vermelho. cada lado controlavam bastão, um player do pong. verde o bastão ia pra cima, vermelho pra baixo. muitos mostrando verde, pong rápido pra cima.
treco dificil, em tese impossível, mas as pessoas se auto organizaram
loren achou, e diz, q criou um modelo de sociedade, estabilidade, ordem
“todos agindo como indivíduos, livres, mas tinha ordem”
consenso subconsciente, diz loren.
dessas ideias veio a ideologia da california = individualismo + ideias sobre sistemas de computadores.
surgiu pastores internacionais (expressão ruim em português, são ideólogos). o q os unia era uma visao de q o mundo era um sistema interconectado, estados nacao era irrelevantes e políticos nao deveriam tentar controlar o sistema, deveriam deixá-lo livre para criar um novo tipo de democracia.
~tá aí conexão entre neolib, califórnia, libertários, rand. é auto-organização meio ~~mágica~~ ~
fala de editor da wired (bíblia da ideologia da california) e s brand, o cara do whole earth catallog, algo como a wired do passado. Brand só diz (deixar o individuo fazer suas coisas). ~mas a conexão wired + brand é ótima~
entra alvin tofler (futurologista digital, diz o letreiro): “radicalmente *acelerar* esse  processo de formação de rede, forma diferente de governança global”
conjunto de entrevistados cortados em pedaços frenéticos falando palavras de ordem como –novos cidadãos, indivíduos, formação de redes, consciencia planetária, governo deve ser um facilitador e nao regular–

corta para clinton, q seria contra isso, era tradicional, queria usar a política
~estranho q entrada de clinton é só um teaser para os próximos minutos~
“mas há 40 anos atrás um outro homem não estava certo de que o mundo existia”, diz o letreiro
surge nathaniel branden, q qdo jovem foi amante de rand e responsável pelo escândalo sexual q manchou a reputação de rand.
histórias randescas e aí começa a ligação com greenspan
nathaniel o chama de “mente brilhante” mas conta história pitoresca: diz q, aos seus 20, greenspan nao sabia dizer com certeza se ele mesmo e tudo existia. ~meio sem propósito essa citação, mas interessante~
greenspan, segundo nathaniel, já era um espertão sobre economia etc
positivismo lógico, diz q era a filosofia do greenspan
para salva-lo disso branden o introduziu a rand
grupo – auto-ironicamente chamado “coletivo” q se reunia pra discutir trechos de atlas s. era o NBI, capitaneado por nathaniel, amante de rand.
ayn nao gostava do greenspan, nathaniel sim
Curtis conta a história do atlas, dizendo q fala mal do altruísmo, a fuga dos inventivos desaparecendo, o locaute
rand queria q os politicos desaparecessem e queria um mundo da virtude do egoísmo
os criticos odiaram, diz Curtis
volta para ayn, velha entevista, foco nos olhinhos inquietos e amalucados
Diz ela q desafia o altruismo
“man deve buscar a si, sua felicidade, sem sacrificio”
atlas foi a grande decepção, diz barbara, pq criticos odiaram
e todo mundo a abandonou
menos o coletivo. ela se apoiou no coletivo, o grupo
greenspan ficou no grupo e casou com outro membro, uma artista
diz q o grupo se via como modelo de um novo tipo de mundo q estaria chegando (entende-se ligação com um tipo de culto)
declaracoes de senhora do grupo, diz  q se viam como revolucionários
revolucao q levaria a uma sociedade “totalmente livre”
volta para greespan e clinton
greenspan foi falar com cliton logo q C assumiu e disse q reforma social era impossível por causa da dívida americana
greenspan apresentou alternativa conservadora, neoliberal, mercado transformando america
clinton concordou com greenspan, que ficou surpreso
imagens de clinton falando frases de efeito neolib
e o boom começou
uma crença teria começado, de q o boom dessa vez nao ia sair de controle ~não explica quem tem essa crença, eram os mesmos que criaram o efeito?~
e a razão eram os computadores, por causa deles haveria estabilidade
modelos computacionais criariam a rede de segurança, prevendo tudo e criando estabilidade
ao que parece a crença estava no sistema financeiro, q foi com tudo. ~dá pra pensar no povo do vale do silício q foi fazer modelos matemáticos pro mercado financeiro~
milhoes de pessoas entrando na bolsa
ao mesmo tempo, vem a internet, que dá feedback a mercados internacionais
cibernetic feedback previsto pela ideologia da california virando realidade
seria nova economia
“tenha vindo de washington, academia ou silicon valley” (quem responde é alguém do morgan stanley, parece ter sido perguntado se o problema era o vale do silicio) “um monte de individuas acreditou q isso ia pra frente pra sempre, pelo ganho de produtividade”
mas o greenspan estava preocupado, pq tinha infos mais fortes, dados, mostrando q algo estava errado q nao estava rolando produtividade, so lucros subindo
ai fez um discurso sobre possivel bolha
“exuberancia irracional”, disse. todo mundo o atacou
ai ele mudou de ideia pela pressao politica
greenspan decidiu q ele estava errado, q os computadores estavam fazendo algo q ele nao podia ver
~greenspan de fato teria embarcado nessa?~
e clintons surfaram na onda
cena de rand, sem fala por alguns segundos
volta barbara, falando do poder de rand, super inteligente, hard working
“ela nunca teve um homem forte, mais forte q ela, algo q ela adoraria, e isso é a causa dos problemas sexuais dela”. é a fala de barbara, a traída q consentiu
narrador fala de frank, o marido de rand, um ator. ele também consentiu com o romance, mas isso não é dito
rand apaixonada por nathaniel
rand racional em affair com nathaniel, dis o próprio, imaginando a resposta para hipotética pergunta a ela
cena de rand falando de amor como business deal, “vc ama pessoa pelos seus valores, virtudes, nao ama sem motivo, so os q deserve”
vida sexual de rand acaba fazendo ponte com o racionalismo da hillary q fecha os olhos pra affair de clinton
imagens de clinton e monica
cenas de fountainhead
BUT CERTAINS THINGS WERE BEING KEPT FROM THE PRESIDENT
97 boom está reshaping the world
economistas q viam o mundo como um sistema achavam q a solucao pro mundo era abrir mercados. laboratório disso era o sudeste asiatico
tailandia e south korea pressionados abriram mercados
mas um grupo na casa branca estava preocupado com bolha financeira
qdo estourasse o dinheiro vazaria e paises colapsariam
o grupo era liderado pelo j stiglitz ~aí sim boa referência~
“nao era interesse de ninguem, só dos especuladores, hedge funds”. diz stig
avisaram o presidente
falaram com o sec de tesouro, ruben, q ja tinha trabalhado com o morgan stanley, banco q criou muitos dos modelos matemáticos. ~conclusão é que morgan s não ligava para o mundo e que tesouro e especuladores são um só~
ligacoes complicadas do tesouro com os especuladores
tesouro bloqueou o presidente, tapou seus ouvidos
ja tinha gente vendo q o poder nao tinha sido distribuído, mas mudado (mostra koch brothers) e se concentrado em novas formas
os utopistas do vale tb ja estava se ligando q www nao era um novo tipo de democracia, mas um tipo diferente de poder q era exercido por individuos em formas novas, mais complicadas
fala de mulher q era utopistas. mas perdeu fé e postou treco q fez sucesso (humdog era seu nick)
disse q todo mundo tinha virado commodities (txto longo e belíssimo está aqui
http://folksonomy.co/?keyword=777
em resumo, somos todos novas commodities exploradas pelas empresas online
ai volta monica
97
ao mesmo tempo explode a ásia
sistema economico de joelho
bolha imobiliária na ásia, muitos prédios pouca demanda
pânico e especuladores começaram a tirar grana
espalhou-se o panico
emprestimo do fmi: preço era tornar tudo mais free market, mais western
tirar nepotismo corrupção, cortar gastos e abrir
crise piorou e chegou na indonesia do suharto
suharto bateu o pe, não concordou como outros (era o mais corrupto)
ai chamaram o secretário do tesouro, robert rubin, q fala q o objetivo era o mercado internacional, nao o pais
“para reestabelecer confiança era preciso mudanças politicas”
rubin começou a sugerir q saida era derrubar suharto
clinton zoado, sem forças por causa de monica, passou o poder pro rubin, tudo era o sistema economico para rubin
em 98 suharto se rendeu
indonesia recebeu grana e funcionou por um tempo
depois bagunça de novo
pq a grana só serviu pra salvar a pele dos ocidentais
caos!
15% da força de trampo perdeu trabalho
brigas etnicas surgiram, tailandia indonesia south k
caos = a 29
imagens do clinton
sons de monica
~a sugestão é que sexo criou problemas para o poder, como com nathaniel e rand~
clinton q queria mudar a america mas foi persuadido a abrir mao com a promessa de estabilidade. mas ficou na cara q o poder so mudou pra mão de wall street
ao inves de estabilidade, mais caos
pros orientais, wall street foi tao corrupta qto eles eram
cena de fountainhead
nathaniel dizendo q cometeu um erro
ele fala de rand e da jovenzinha q surgiu e bagunçou. nathaniel rompeu com rand pq se apaixonou por uma mulher jovem
cena de rand e olho inquieto
barbara falando de rand, que teria ficado muito contrariada com nathaniel, “traidor do objetivismo”
nos 70 rand ficou sozinha
um dos poucos leais era greenspan
cena de greenspan
em 74 ford fez de greenspan chairman
entrevista de rand mais nova, dos anos 70
segundo ela, o indivíduo é o mundo, nao precisa de ninguem, nao tem vida apos a morte
“eu nao vou morrer, é o mundo q vai acabar e isso é absoluta verdade”, rand diz citando filósofo grego de quem diz não se lembrar
entram cenas do 11/9
ataque aos eua foi ataque ao individualismo
depois disso, do ataque, tdo mundo achou q as coisas iam mudar.
mas nao mudaram e quem fez isso foi o greenspan, individuo heroico q virou o homem mais importante do mundo
~isso é meio superestimar o greenspan, mas ok~
mas no começo foi ruim, mercados ficaram lá embaixo
2 semanas depois veio enron
desde 90 varias empresas estavam falsificando contas, enganando o sistema
greenspan cortou juros e encorajou consumo
os desejos do consumidor seriam a maquina q estabilizaria o sistema
isso era risco enorme, pois significava um monte de dinheiro barato na economia, coisa q sempre levou à inflação.
desta vez nao rolou inflação. parecia q o sistema poderia se manejar sozinho
mas era uma ilusão
essa estabilidade surgiu por um grande poder politico, uma elite a milhares de quilometros dali, no outro lado do mundo
paises asiaticos criaram um sistema para manejar a america
desvalorizaram seu cambio, e dolares entraram na china. mas chineses devolveram os dolares comprando ativos americanos
e isso criou estabilidade e prosperidade nos eua
e os americanos criaram uma orgia de emprestimos, uma imagem espelhada do q a asia tinha feito
ninguem questionou… pq americanos estavam acreditando nos computadores, nos modelos matematicos de estabilidade
ai em 2008 se fez merda
cena genial de bebum sacando dinheiro do computador, metáfora do ocidente
e os politicos salvaram a pele dos especuladores de novo
e quem pagou foi o povo, como na ásia
e fecha com fala de Curtis excelente:
sabemos q a ideia de mercado estável é mentira, a promessa da ideologia da california de q os computadores nos liberariam das velhas formas de controle político e seriamos randian heroes em controle do nosso destino. ao inves disso sentimos o oposto, somos helpless componentes de um sistema global. um sistema q é controlado por uma lógica rigida, a qual somos sem poder de enfrentar ou mudar
~minha conclusão: a ligação entre ideologia da california e rand foi comprovada, o domínio das finanças também, a análise da china e da força da política também. daí a dizer que todos fecharam os olhos para o possível caos porque acreditavam nos computadores é forçar. possivelmente é isso também, mas deve pesar mais a embriaguês do sucesso. a considerar no bolo todo é a força dos think tanks conservadores nos 90 e hj, q não só espalham confiança na máquina mas nas verdades liberais randianas.~

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s