Dois pontos:

  1. Antes, quase todos nós podíamos – ainda que não tivéssemos – ter servidores próprios. Pequenos ou grandes, remotos ou de fundo de quintal, eles eram os espaços onde tudo estava e, para se chegar lá, haviam os mecanismos de busca.  Essa era acabou, os repositórios de conteúdo estão, cada vez mais, nas mãos de um punhado de empresas que se contam nos dedos de uma mão.
  2. O jornalismo (bom ou ruim, velho ou novo) é o filé das buscas por conteúdo.

On Thursday, the Wall Street Journal reported something that, in hindsight, was completely inevitable: Google is rolling out a feature that allows media companies to publish material directly on its platform. From the Journal report: Google is experimenting with a new feature that allows marketers, media companies, politicians and other organizations [to] publish content directly…

via Google’s new media apocalypse: How the search giant wants to accelerate the end of the age of websites — Salon.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s