São Paulo recebe dois grandes eventos de privacidade e vigilância nesta semana

Via lavits.org

seminario-cryptoOK

A partir de amanhã, dia 4 de maio, a cidade de São Paulo recebe dois grandes eventos sobre vigilância e privacidade. São eles, respectivamente, o Seminário Internacional de Privacidade e Vigilância, nos dias 4 e 5, e a CryptoRave, nos dias 6 e 7. Muitos pesquisadores, especialistas em segurança digital, organizações e ativistas participarão dos dois eventos, com mesas de discussão, oficinas e rodas de conversa.

Os pesquisadores da Lavits Fernanda Bruno (UFRJ) e Henrique Parra (UNIFESP) organizam mesas nos dois eventos. No Seminário Internacional, eles debaterão o tema da vigilância estatal e comercial, no dia 5, às 19h30, junto aos pesquisadores Pedro Rezende (UnB), Diego Canabarro (NIC.br) e Márcio Moretto (USP).

O Seminário Internacional é organizado pelo Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas para o Acesso à Informação (GPOPAI – USP), e será realizado na Ação Educativa, que fica na Rua General Jardim, 660, Vila Buarque, São Paulo (SP). Veja a programação completa aqui.

Já na CryptoRave, Fernanda Bruno participará da mesa “Algoritmos e descriminação “, com a jornalista Marina Pita (Intervozes), no dia 6, das 22h às 23h. O objetivo é discutir o uso de algoritmos e a falsa ideia de que eles são neutros. Para isso, é preciso desmistificar a ideia de que uma sociedade “quantificada” e baseada em algoritmos é uma sociedade mais justa e igualitária. Há inclusive pesquisas que apontam que algoritmos em bancos de dados nos EUA já estão sendo usados para descriminar a população negra, pobre ou imigrante para obter financiamento ou seguro de saúde privada.

Já Henrique Parra participará da mesa “Jornalismo Investigativo e Pesquisa Científica: privacidade, informações sensíveis, liberdade de infomação e conhecimento”, no dia 7, das 16h às 17h, com os jornalistas Sabrina Duran (do projeto Arquitetura da Gentrificação) e Bruno Paes Manso (Ponte Jornalismo). A ideia é reunir profissionais da área de jornalismo investigativo e pesquisadores acadêmicos que lidam com informações sensíveis, para relatar suas rotinas e forma atual de trabalho e assim levantar quais são os novos problemas e necessidades relativos à privacidade, proteção de dados sensíveis, liberdade de informação e conhecimento. A proposta, então, é sensibilizar os profissionais e o público em geral sobre problemas relativos ao uso das tecnologias, compreender as formas de trabalho dos jornalistas investigativos para contribuir para a elaboração de guias/tutoriais de orientação; e disseminar tecnologias de fácil uso para profissionais como jornalistas investigativos, cientistas, ativistas, entre outros.

A CryptoRave ocorrerá no Centro Cultural São Paulo, no Piso Caio Graco – Rua Vergueiro, 1000. O encontro trará mais de 40 atividades sobre segurança, criptografia, hacking, anonimato, privacidade e liberdade na rede. É inspirada na CryptoParty, que tem como objetivo difundir os conceitos fundamentais e softwares básicos de criptografia. Confira a programação completa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s